Como gerenciar de uma só vez, todas as reprovações em nível de grupo de anúncios

A equipe do Bing Ads revisa com atenção todos os anúncios/palavras-chave enviados para garantir a melhor experiência para os anunciantes e os usuários de nossa rede de publicidade.  Normalmente, uma revisão inicial é suficiente, mas, às vezes, uma situação excepcional exige uma segunda revisão.

Por exemplo: você tem uma agência de viagens que veicula dezenas de grupos de anúncios de diferentes companhias aéreas, redes de hotéis etc. É possível que você tenha milhares de palavras-chave e vários anúncios em um único grupo de anúncios. E as marcas dessas companhias aéreas ou hotéis podem aparecer em cada um desses anúncios ou palavras-chave, mesmo que você não seja o proprietário da marca. Nesse caso, seus anúncios podem ser reprovados por violação de marca registrada. Você pode solicitar a abertura de uma exceção, explicando que é uma agência que faz reservas para essas marcas.

Sabemos que, com vários grupos de anúncios e milhares de anúncios e palavras-chave, pode ser extremamente trabalhoso administrar exceções. Por isso, temos ótimas novidades!

Agora você pode entrar com um recurso no nível de grupo de anúncios. Basta seguir estas etapas:

a)      Navegue até o anúncio rejeitado no grupo de anúncios e clique nas reticências para ver o motivo da rejeição

 

b)      Na caixa da mensagem com o motivo da rejeição, há uma opção para recorrer do anúncio rejeitado ou de todos os anúncios rejeitados no grupo de anúncios

Você pode escolher “Todos os anúncios neste grupo de anúncios” na mensagem ou acessar o menu Editar, como mostramos a seguir:

 

A opção de solicitar exceções para todos os anúncios de um grupo está disponível somente no nível do grupo de anúncios; não é possível fazer isso em nível de campanha ou conta.

Para recorrer de anúncios pertencentes a grupos de anúncios ou campanhas diferentes, selecione o anúncio desejado e use a opção Solicitar exceção do menu Editar.

  

c)      Escolha a opção “Todos os anúncios neste grupo de anúncios” para enviar todos os anúncios rejeitados que permitem recurso (não são concedidas exceções para algumas políticas, como no caso de vários domínios de exibição por grupo de anúncios). 

 

 

Informe resumidamente por que você está solicitando a exceção à rejeição e envie.

 

d)      Todos os anúncios rejeitados no grupo de anúncios que permitem recurso serão enviados para análise

 

 

  • Na captura de tela acima, observe que o último anúncio rejeitado continua com mesmo status, pois não cabe recurso por motivo de política.
  • Veja aqui alguns exemplos de políticas que não permitem recursos:
  • O título e o texto do anúncio devem ter mais de duas palavras
  • O título e o texto do anúncio para dispositivos móveis combinados devem ter três palavras ou mais
  • Caracteres não alfanuméricos consecutivos
  • Caracteres proibidos no número de telefone
  • Conteúdo proibido no número de telefone
  • O número de telefone não inclui dígitos
  • O número de telefone é inválido
  • Erro de formato da URL
  • Uso de parâmetros de palavras-chave não permitido
  • Um domínio de exibição por grupo de anúncios

 

e)      Todas suas solicitações com status “Exceção em revisão” foram enviadas para análise. Pode levar até um dia útil para a conclusão da análise do recurso, quando você receberá os resultados por email.

 

O mesmo processo serve para recursos de todas as palavras-chave rejeitadas em nível de grupo de anúncios.

Temos aqui mais informações sobre como corrigir um anúncio individual rejeitado ou com aprovação limitada. E você pode consultar todas as políticas do Bing Ads para tentar entender o motivo da rejeição dos anúncios.

 

Queremos saber o que você acha 

Obrigado pela leitura. Como sempre, é ótimo saber o que você pensa sobre os aprimoramentos que podemos fazer para melhorar sua experiência com o Bing Ads. Esteja sempre conectado conosco pelo Fórum de sugestões de recursos, pelo Twitter ou usando os Comentários do Bing Ads.

 

 
Este artigo está disponível em outros mercados:
Post anteriorPróximo post