Inbound marketing: Aumente seu tráfego com Bing Ads

 1

O inbound marketing, também conhecido como marketing de atração, é a metodologia que tem chamado mais atenção no mercado digital. Ao sair da lógica do outbound marketing e dialogar diretamente com as necessidades do lead, a nova estratégia cria uma relação de confiança entre marca e consumidor, aumentando a autoridade da empresa.

Diferentemente do marketing comum, o consumidor não é impactado com informações das quais ele não pediu, mas sempre com conteúdo de seu interesse, uma vez que ele o buscou, seja impulsionado por Bing Ads, blogs ou mídias sociais. Assim, a interação com o lead não é invasiva e as chances de conversão se tornam consideravelmente maiores.

 

Custos e resultados motivam o crescimento 

O inbound marketing gasta 62% menos que o tradicional em cada lead gerado e ainda conta com uma taxa de conversão maior, porque a mensagem é passada ao público no momento oportuno e de maneira eficaz.  

Para mensurar os resultados, o inbound também tem vantagem: enquanto neste é possível acompanhar conversões em tempo real e corrigir erros imediatamente, no outbound os resultados aparecem apenas meses depois e a correção de equívocos é bem mais complicada. 

Abaixo, mais indicadores do sucesso da estratégia:  

  • 93% dos processos de compra se iniciam em uma busca online - evidenciando a importância do trabalho em links patrocinados, como o Bing Ads;
  • A média de ROI produzido pela ação é de 275%.

 

Processos

São 4 etapas fundamentais para a realização do trabalho de inbound marketing: atrair personas com conteúdo interessante e por links patrocinados em buscadores, como o Bing; converter visitantes em leads; transformar lead em cliente; e encantar clientes, transformando-os em promotores de seu produto ou serviço.

É importante criar o conteúdo planejado no lugar adequado, para cativar o público-alvo e atrair interações positivas para a marca.

 

Funil

Planejar: bom conteúdo é pré-requisito para uma forte presença nas mídias sociais. Então, planejar é fundamental.

Alcançar: blogs e mídias sociais devem ser aproveitados para impactar mais leitores e possíveis consumidores. Uma boa lista de e-mail também é de grande ajuda.

Agir: sempre auxiliar o leitor a lidar com seus problemas, apresentando sugestões e materiais adicionais, terá como consequência vendas futuras.

Converter: ao agradar ao leitor, a conversão de cliques em vendas terá maior garantia.

Engajar: após uma boa experiência, a ideia é que o cliente se torne um seguidor e promotor da marca.

 

As ferramentas para o sucesso

E-mail: ter uma boa estratégia de e-mail marketing é o início para estruturar o planejamento, possibilitando o crescimento da marca.

SEO/SEM: a otimização do conteúdo nos buscadores, como o Bing, permite que o site chegue aos leitores/consumidores. Já os anúncios comprados por meio do Bing Ads permitem rápida atração de potenciais clientes, maior controle de custo e ainda facilitam na mensuração de resultados. A opção pelo Bing Ads faz ainda mais sentido por ser mais barato que seus concorrentes e com maior possibilidade de ver sua marca no topo do buscador.

Mídias sociais: sua mensagem ganha força e autoridade quando compartilhada nas mídias sociais.

Blogs: os blogs fornecerão conteúdo para que leitores acessem seu site mais vezes e consumam mais informação. Conquistar o leitor pode significar conversão em vendas.

 

Comece agora!
Não vai demorar muito para que o inbound marketing se torne indispensável. Na verdade, esse processo já está ocorrendo. A marca que não tiver comunicação direta e não invasiva com seu cliente perderá a oportunidade de converter e, consequentemente, sentirá o peso em seu orçamento.

 

Este artigo foi escrito em parceria com Eric Gomes, sócio da Agência Linka, especializada em inbound marketing e performance digital.

Post anteriorPróximo post